(14) 98116-8099
TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO

TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO

A Saúde Premium Centro de Tratamento, utiliza de procedimentos padronizados de atendimento para melhor atender a demanda de pacientes com comorbidades associadas ao uso e abuso de substâncias psicoativas. Com proposta de atendimento humanizado e profissionais altamente competentes, visamos o melhor para o paciente, tanto na questão técnica quanto no cuidado com a hotelaria pensando nos mínimos detalhes Importância do Diagnóstico no tratamento psiquiátrico Psiquiatria é uma especialidade da Medicina que lida com a prevenção, atendimento, diagnóstico, tratamento e reabilitação das diferentes formas de sofrimentos mentais, sejam elas de origem orgânica ou funcionais. O psiquiatra trata doenças mentais como dependência química, depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, transtornos de ansiedade, quadros demenciais, etc.. A meta principal é o alívio do sofrimento e o bem-estar psíquico. Para isso, é necessária uma avaliação completa do paciente, a partir de diferentes perspectivas: biológica, psicológica, cultural, entre outras. As doenças mentais ou problemas psíquicos podem ser tratados por meio de medicamentos ou terapêuticas diversas, como a psicoterapia. A avaliação psiquiátrica envolve o exame do estado mental, a história clínica do quadro psiquiátrico ou psicológico e também do estado clínico geral, visto que muitas doenças clínicas como alterações hormonais, problemas neurológicos, etc. podem mimetizar ou acompanhar-se de alterações psiquiátricas. Testes psicológicos, neurológicos, neuropsicológicos e exames de imagem podem ser utilizados como auxiliares na avaliação, assim como exames físicos e laboratoriais. O diagnóstico é dado mediante entrevista clínica, que busca avaliar a psicopatologia do paciente. Quando há necessidade de codificar um diagnóstico, os critérios usados na saúde pública são a CID-10 da Organização Mundial de Saúde, adotada no Brasil e o DSM-5 da American Psychiatric Association. DIAGNÓSTICO • Diagnóstico adequado – Visa: facilitar a abordagem terapêutica e estratégias de prevenção de recaída – 1. História familiar e questões específicas sobre possíveis distúrbios psiquiátricos. As informações devem ser colhidas junto ao paciente e também a familiares e amigos. DIAGNÓSTICO • Diagnóstico adequado Observação clínica. Uma vez que o diagnóstico diferencial pode ser dificultado durante o período de consumo da substância, é de grande valia a observação durante o período de desintoxicação. A persistência ou não de sintomas psiquiátricos após este período pode facilitar o correto diagnóstico. Conhecimento adequado e aplicação dos critérios diagnósticos da CID-10 e do DSM – IV, para detecção das principais comorbidades associadas a dependência química. fonte: anahounie Uniad LIGUE AGORA MESMO E FALE COM UM DOS NOSSOS PSICÓLOGOS OU PELO WTHASAPP (15) 98146-3449 ATENDIMENTO DAS 06:00 DA MANHÃ ATÉ AS 23:00 HORAS

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS